Voc esta em Ensino Fundamental I
3 Ano Clique aqui para voltar

 

CONTEDOS

1

2

3

4

5

OBSERVAES

 

 

Nmeros

E

Operaes

Sistema de numerao decimal - SND
Conjunto dos nmeros naturais

X

X

X

X

X

Magnitude dos nmeros: sem limite por srie

Tendncias em Educao Matemtica: Jogos; Resoluo de problemas; Histria da Matemtica

Preocupaes bsicas: linguagem matemtica e pensamento lgico

Adio e Subtrao

X

X

X

X

X

 

Multiplicao e diviso

 

 

X

X

X

Tabuada: 3 ano

Conjunto dos
nmeros racionais
positivo

Fraes: conceito representao

 

 

X

 

 

1 e 2 ano: noes iniciais isoladas

Operaes com fraes

 

 

 

X

X

Com denominadores iguais

Decimais

 

 

 

 

X

Escala do SND completa

Sistema monetrio

X

X

X

X

X

Aplicao do sistema de numerao decimal

Espao e
formas

Conceitos espaciais
Formas geomtricas
Deslocamentos no plano

X

X

X

X

X

1 e 2 ano, principalmente (com uso de material concreto)

 

Grandezas

E

Medidas

Sistema de unidades de medida de comprimento

 

 

 

X

 

 

 

 

1 e 2 ano: noes iniciais isoladas

 

3 ao 5 ano: como sistemas de conhecimentos/conceitos

Conceito de permetro

 

 

 

X

 

Sistema de unidades de medida de superfcie

 

 

 

 

X

Conceito de rea

 

 

 

 

X

Sistema de unidades de medida de volume

 

 

 

 

X

Conceito de volume

 

 

 

 

X

Sistema de unidades de medida de massa

 

 

 

 

X

Sistema de unidades de medida de capacidade

 

 

 

 

X

Sistema de unidades de medida de tempo

x

x

x

x

X

Tratamento
da
Informao

 

x

x

x

x

x

Como ferramenta para os outros contedos. Informaes
PCNs matemtica. (p. 56).

3 ANO
ARTE
Objetivo Geral: Trabalhar de forma integrada com todas as linguagens artsticas ? artes visuais, teatro, msica e dana - articulando a imaginao, a razo e a emoo, a fim de contribuir para a construo da identidade pessoal e social dos alunos


Objetivos por Campos de Estudo

Contedos

Fruio
Promover vivncias onde o aluno possa
compreender e utilizar as linguagens artsticas,
mantendo uma atitude de busca pessoal ou
coletiva, articulando a percepo, a
imaginao, a emoo, a investigao e a
sensibilidade.
Reflexo
Promover vivncias onde o aluno possa
identificar, relacionar e compreender as
linguagens artsticas como fato histrico nas
diversas culturas, conhecendo e respeitando as
produes do patrimnio cultural e universal,
identificando a existncia de diversidade
cultural.
Produo
Promover vivncias onde o aluno possa
conhecer, selecionar e utilizar materiais,
suportes, instrumentos, procedimentos e
tcnicas nos trabalhos pessoais e coletivos,
explorando e pesquisando suas qualidades
expressivas e construtivas nas linguagens
artsticas.

Artes visuais
- Histria da arte: exposies bienais de arte de So
Paulo. Observao de obras de arte brasileira dos principais pintores da semana de arte moderna
de 1922.
- Pintura: estilo (figurativa, abstrata, tatuagem, mural, grafite, pichao). Formas de pintar (tintas
naturais, guache, acrlica, a leo). Figura-fundo. Semelhanas e contrastes.
- Desenho: de memria, de observao, de imaginao. O que so os esteretipos. Tipos de desenho (representativo e abstrato). Desenho com lpis preto, carvo, sombra, s com cores. Desenho de
traos finos e grossos. Anlise de desenhos feitos por artistas, como ?estudos?, antes de realizar uma pintura.
-.Cinema/Fotografia: linguagem fotogrfica. Como surgiu e como eram feitas as fotografias.
Anlise de fotografias de estdio, de moda, de registros e de vendas de produtos.
- Modelagem: origem da argila. Modelagem com diferentes materiais (jornal, plstico, tecido, massa
de modelar, papel mach) e texturas (pedras, tecidos, jornal, plstico, flores, folhas). Montagens
de estruturas como cidades, casas, mveis e cenrios internos a partir de materiais alternativos.
Teatro
- Visita a um prdio de teatro. Improvisaes de cenas familiares, extra-familiares e escolares. Jogos
de improvisao com regras. Improvisaes com cena em que hajam conflitos para ser solucionados.
Dana
-.Elementos: tempo, espao, movimento, pontos de apoio. Dana folclrica, tnica, popular brasileira, indgena e africana. Comparecimento em espetculos de dana.
Msica
-.Conhecimento de aspectos da msica antiga e alguns instrumentos. Escuta e descoberta de diferentes ritmos musicais. Seleo e combinao de sons. Propriedades dos sons (timbre, intensidade, altura e durao). Canto de msicas que falem da realidade dos jovens no Brasil.
Comparecimento em apresentaes musicais.

EDUCAO FSICA
Objetivo Geral: Proporcionar ao aluno a oportunidade de desenvolver e refletir sobre suas habilidades e possibilidades corporais, atravs da participao em atividades culturais, tais como jogos, esportes, lutas, ginsticas e danas com finalidades de lazer, expresso de sentimentos, afetos e emoes, exercendo-as autonomamente de maneira social e culturalmente significativa e adequada


Objetivos por Campos de Estudo

CONTEUDOS

 Conhecimentos sobre o corpo
Oportunizar, atravs da percepo do prprio corpo e da relao deste com o outro e com o ambiente, o desenvolvimento de conhecimentos e conquistas individuais, reconhecendo
o corpo como um organismo
integrado que interage com o meio fsico e cultural.

Conhecimentos sobre o corpo
Oportunizar, atravs da percepo do prprio corpo e da relao deste com o outro e com o ambiente, o desenvolvimento de conhecimentos e conquistas individuais, reconhecendo
o corpo como um organismo
integrado que interage com o meio fsico e cultural

Higiene: pessoal e ambiental
-.Noes bsicas de higiene pessoal: lavar as mos, cabelos, cuidados com o corpo, atividades prticas, dramatizaes,mmicas, reconhecimento do material de higiene
- Noes bsicas de higiene ambiental
Hbitos posturais
- Noes bsicas das diferentes posturas corporais: correr, caminhar, sentar, agachar, deitar
- Tcnicas de percepo das posturas corporais
Esquema corporal
- Corpo vivido
- Percepo do corpo como um todo
- Partes do corpo
- Sensaes do corpo adequadas ao movimento (tcnicas de acordo com as atividades nas aulas de Educao Fsica)
Percepo da velocidade e intensidade dos movimentos
Deslocamentos e direes
- Devagar, rpido, mais rpido
- Perto, longe
- Freio inibitrio
- Paradas e partidas bruscas
- Atividades competitivas e no-competitivas
- Mudanas de direo
Aquecimento, relaxamento, contrao e descontrao muscular
Respirao
- Atividades bsicas e especficas
- Atividade bsica e de muita intensidade
- Percepo das alteraes corporais durante diferentes movimentos e intensidades
Noo de tempo, orientao temporal
Noo de espao, orientao espacial
- Perto/longe, dentro/fora, direita/esquerda, frente/atrs, embaixo/em cima, sob/sobre, livre/limitado
Coordenao motora
- Ampla, culo-motora, culo-pedal, fina
Equilbrio
- Esttico/dinmico
Lateralidade
- Destro/sinistro
Desenvolvimento e manuteno das capacidades fsicas
- Desenvolvimento das capacidades fsicas: fora, velocidade, resistncia, flexibilidade

 

Noes e conceitos de qualidade de vida e sade
Hbitos alimentares
-.Interlocuo com os componentes de Histria, Geografia e Cincias, respeitando o nvel de compreenso da criana e a evoluo do universo micro para o macro
Corporeidade ? corpo sensvel / emotivo
- Trabalho com as emoes e sentimentos
- Desenvolvimento dos sentidos
Superao de limites pessoais e grupais

 Esportes, Jogos, Lutas e Ginsticas
Desenvolver as habilidades, capacidades e funes motoras atravs da participao e resoluo de situaes problema,
em diferentes atividades que envolvam esportes, jogos, lutas e ginsticas, respeitando regras, organizao e enfatizando o carter ldico e recreativo.

Movimentos bsicos fundamentais
- Locomotores: com aparelhos, sem aparelhos e em aparelhos (correr, andar, saltar, pular, caminhar, agachar, quadrupedar, subir)
- No-locomotores: com aparelhos, sem aparelhos e em aparelhos
- Manipulativos: com aparelhos e em aparelhos
Jogos
-.Sensoriais, ldicos, recreativos, cooperativos, competitivos, dramticos, folclricos, populares, raciocnio lgico
Brincadeiras
- Interligao com jogos, conhecimentos sobre o corpo e atividades rtmicas e expressivas
Regras e limites
- Obedincia a regras estabelecidas, atividades de baixa a alta organizao e regramento, criao, transformao e adaptao de regras, convivncia em grupo
- Inter-relao com superao de limites pessoais e grupais
Desenvolvimento das capacidades e habilidades fsicas e/ou motoras
- Fora, flexibilidade, velocidade, resistncia, agilidade, ritmo, coordenao, equilbrio
- Atividades relacionadas com exerccios aerbios e anaerbios
Ginstica
- Ginstica geral: articulao com conhecimentos sobre o corpo, movimentos bsicos fundamentais
-.Ginstica artstica: explorao de todas as possibilidades de movimento, partindo da sequncia de movimentos: rolamentos, parada de mos, estrela, rodante, avio, esquadro
-.Ginstica rtmica: mos livres (colocao de movimentos na msica); adaptao de aparelhos (arcos, fitas, maas, cordas, bolas)

Atividades Rtmicas e Expressivas
Desenvolver, a partir de diferentes manifestaes da cultura corporal de movimento, o processo de informao e formao dos cdigos corporais de comunicao individual e grupal, valorizando a expressividade, o ritmo e a criatividade dos alunos.

Rodas e brincadeiras cantadas
- Ritmo/expresso
Expresso corporal
- Dana, ritmo, espontaneidade, expresso criadora
Atividades livres e criativas
Improvisao
Montagem de coreografias
Mmicas
- Trabalho com diferentes elementos inter-relacionando-os com conhecimentos sobre o corpo em todos os anos e integrando-os com outros componentes curriculares
Percepo, construo de movimento
- Vivncias a partir das dificuldades, possibilidades e especificidades dos movimentos (subir e descer, correr, equilibrar)
Danas folclricas regionais
Percepo, construo, desenvolvimento e estruturao do ritmo
- Diferentes percepes de ritmo: natureza, pessoal, grupal e ambiente
-.Vivncias rtmicas e expressivas de acordo com as fases das crianas, respeitando seus limites e possibilidades
Estmulo musical
- Explorao de diversidades de sons, ritmos, canes.
- Confeco de instrumentos musicais

 

LNGUA ESTRANGEIRA MODERNA
Objetivo Geral: Propiciar ao aluno a formao necessria ao desenvolvimento de suas potencialidades, visando ao aprimoramento, atravs das relaes com o conhecimento, com o outro e com o mundo, conscientizando-o de que o aprendizado de uma lngua estrangeira moderna torna-se imprescindvel, devido sua importncia como instrumento de comunicao universal e meio de integrao no mundo atual, caracterizado pelo avano
tecnolgico e pelo grande intercmbio entre os povos.


Objetivos por Campos de Estudo

Contedos

Conhecimento de Mundo
Proporcionar ao aluno a aquisio de um vocabulrio bsico, articulado s estruturas essenciais da Lngua
Estrangeira Moderna, a partir do conhecimento convencional que possui sobre as coisas do mundo, atravs de palavras relacionadas sua realidade imediata e sua faixa etria.

- Ingls em torno de si
- Msica
- Rtulos

Conhecimento Sistmico
Levar o aluno a aprender os fundamentos da Lngua Estrangeira Moderna e desenvolver gradualmente as suas competncias, a fim de utiliz-las em situaes de comunicao oral e escrita dentro e fora da sala de aula.

- (No incio, ainda priorizar oralidade.)
- Saudaes (pronncia e escrita)
- Famlia (pai/me; irmo/irm; av/av)
- Nmeros (0 a 20)
- Cores
- Roupas
- Esportes
- A cidade
- A casa
- Animais (exticos)
- Frutas e vegetais
- Corpo humano (algumas partes)
- Meios de transporte
- Artigos definidos
- Adjetivos: alto/baixo; gordo/magro; grande/pequeno; limpo/sujo)
- Verbos: ter, amar
- Comandos: sentar/levantar

Tipos de Textos (orais e escritos)
Promover a prtica da Lngua Estrangeira Moderna de forma contextualizada, no que diz respeito leitura e interpretao de textos

- Histria infantil
- Msica
- Dilogo
- Datas comemorativas

Contedos Atitudinais
Desenvolver no aluno o gosto pela Lngua Estrangeira
Moderna e uma disposio confiante em aprend-la, uma vez que permite a ele participar de forma mais ativa do mundo globalizado, formando sua conscincia
crtica e despertando-o para a cidadania

Importncia do aprendizado de uma segunda lngua
- Utilizao do vocabulrio aprendido em sala de aula

 

LNGUA PORTUGUESA Objetivo Geral: Criar condies para o desenvolvimento da linguagem como um objeto de estudo e reflexo, da leitura compreensiva, da produo escrita adequada e significativa, da produo oral adequada, eficaz e coerente, da escuta sensvel, inteligente e crtica e da organizao e autonomia quanto ao ato de aprender.
Gneros Textuais
Da ordem do narrar: fbula, histrias infantis, anedota/piada, histria em quadrinhos
Da ordem do relatar: notcia, testemunho
Da ordem do argumentar: carta de leitor, debate, assemblia, carta de solicitao
Da ordem do expor: anncio, exposio oral, tomada de notas, carta pessoal
Da ordem do descrever aes: regulamento, regras de jogo
Poesia: com e/ou sem rimas

Objetivos por Campos de Estudo

Contedos

Linguagem como objeto de estudo
Apropriar-se de uma metalinguagem.
Refletir sobre a lngua e suas variedades de registro.
Tomar conscincia das regras que orientam a gramtica da lngua: sua estrutura, funcionamento e uso.
Observar as variantes lingusticas existentes e os preconceitos lingusticos e sociais que elas podem acarretar.
Reconhecer a importncia e o efeito dos recursos coesivos e das estratgias de coerncia no ato da leitura e da produo escrita, dando nfase s referncias diticas contextuais, tempos verbais, estratgias de referenciao e substituio
Construir regras que auxiliem na soluo de problemas originados pelas relaes de poligamia entre sons e letras
Fazer uso adequado s intencionalidades do escritor das seguintes pontuaes: ponto final,
ponto de interrogao, ponto de exclamao, vrgula (uso de maior frequncia ? separao de elementos enumerados).

Reflexo lingustica: epilingustica e metalingustica
Ortografia: nfase s relaes de poligamia
Acentuao
Pargrafo
Pontuao
Variedades de registro
- Fala
. Grau de formalismo - oratrio, formal, coloquial,
casual, familiar
. Sintonia: status, tecnicidade, cortesia, norma
- Escrita
. Grau de formalismo: hiperformal, formal,
semiformal, informal e pessoal
. Sintonia: status, tecnicidade, cortesia, norma

Leitura compreensiva
Reconhecer as propriedades dos gneros textuais e tom-los como referncia para produzir mais sentidos acerca dos textos.
Produzir inferncias, relaes entre o lido e o vivido, entre os conhecimentos prvios e o texto propriamente dito.
Explorar o vocabulrio da lngua e os diferentes efeitos de sentido produzidos pelas
escolhas que o falante/escritor faz.
Desenvolver o gosto pela leitura.
Manusear livros.
Fazer uso contnuo do dicionrio.
Conceber a leitura como algo que serve para:
. ter acesso cultura literria;
. resolver problemas e/ou regular o prprio comportamento atravs de instrues/prescries;
. ter prazer;
. acessar a memria de outros tempos;
. buscar argumentos e base para suas posies;
. saber sobre algo/algum.

Propriedades dos gneros de textos
-.Funo, autor/es, pblico potencial, relao com a
realidade, extenso, frmulas fixas, vocabulrio,
categorias gramaticais, estrutura, tipografia,
formato, uso posterior, modo de leitura, relao
ttulo-contedo, relao imagem-texto, suporte, tempos ou modos verbais, personagens, temtica
-.Apreciao de textos de diferentes ordens de
gneros, conforme o indicado para o ano, utilizando pistas fornecidas pela situao de interao e/ou os
conhecimentos de um leitor mais experiente
-.Estudo de vocabulrio compatvel com a situao de
interao

Produo escrita adequada e significativa
Adequar a produo escrita s diferentes situaes de comunicao.
Usar a escrita para resolver situaes do cotidiano.
Estabelecer objetivos para a produo escrita, organizando estratgias textuais para atend-los:
planejar, elaborar, corrigir e refazer o texto.
Tratar o texto como produto de vrias verses, principalmente em situaes que demandem
a sua publicao.
Utilizar para fins de planejamento do texto as propriedades dos gneros textuais trabalhados, fundamentalmente no que se refere estrutura, ao contedo e ao estilo.
Expor situaes, fatos, objetos, idias e opinies atravs de textos descritivos, narrativos, expositivos e argumentativos sempre que necessrio, adequando-os a seus diferentes usos e funes.
Explorar o vocabulrio da lngua e os diferentes efeitos de sentido produzidos pelas escolhas que o escritor pode fazer.
Dar destino social a um texto cujo gnero requer essa instncia como modo de sua realizao (uso do texto produzido em situaes em que ele cumpra uma funo social).
Utilizar diferentes estratgias para solucionar dvidas ortogrficas.

Produes de textos escritos

-.nfase escrita espontnea e escrita feita pelo professor/colega ?escriba?), em especial, dos gneros textuais em foco no 3 ano, com e/ou sem modelo
Propriedades dos gneros de texto a serem consideradas no ato de escritura
Estratgias de correo e refaco de textos escritos

Produo oral adequada, eficaz e coerente
Adequar a produo oral s diferentes situaes de comunicao, s intenes do falante e
aos seus objetivos junto aos ouvintes.
Observar na produo oral as propriedades dos gneros textuais trabalhados.
Desenvolver a capacidade de argumentao, de exposio de objetos estudados e de relato
de acontecimentos vividos/conhecidos atravs de gneros de textos orais.
Emitir opinio e posicionamento pessoal com base em argumentos e com atitude de
respeito ao interlocutor e a seu ponto de vista.
Explorar o vocabulrio da lngua e os diferentes efeitos de sentido produzidos pelas escolhas que o falante pode fazer.
Participar de situaes reais de interao utilizando-se de textos orais planejados e
produzidos previamente.

Produes de textos orais
- Gneros textuais em foco no 3 ano
Propriedades dos gneros de texto a serem consideradas no ato de produo oral
-.Funo, autor/es, pblico potencial, relao com a
realidade, extenso, frmulas fixas, vocabulrio,
categorias gramaticais, estrutura, tempos ou modos verbais, temtica, entonao, variedade lingustica admitida, ritmo, entre outras
Estratgias de correo e refaco de textos orais

Escuta sensvel, inteligente e crtica
Respeitar a opinio alheia.
Interagir com um vocabulrio diverso do rotineiro.
Perceber os argumentos utilizados por outrem na defesa de sua opinio.
Reconhecer as propriedades dos diferentes gneros de textos orais utilizados pelos falantes
e t-las como pistas para a compreenso de seus objetivos.
Reconhecer a intencionalidade e os diferentes efeitos de sentido presentes na seleo do
vocabulrio operada pelo falante.

Propriedades dos gneros de textos orais previstos para o
ano:-.Funo, autor/es, pblico potencial, relao com a
realidade, extenso, frmulas fixas, vocabulrio,
categorias gramaticais, estrutura, tempos ou modos
verbais, temtica, entonao, variedade lingustica
admitida, ritmo, entre outras
-.Apreciao de textos de diferentes ordens de
gneros (argumentar, expor, narrar, ...), conforme o
indicado para o ano, orientada ou no por um sujeito
mais experiente
-.Estudo de vocabulrio compatvel com a situao de
interao

 

Organizao e autonomia quanto ao ato de aprender
Apropriar-se de diferentes estratgias de aprendizagem ? associao (repetir, sublinhar,
destacar, copiar) e reestruturao (elaborao: recurso palavra-chave, imagem, cdigos,
rimas, abreviaturas, analogias, leituras; organizao: formao de categorias/classificaes e redes de conceitos e mapas conceituais, identificao de estruturas), em conformidade
com o objeto a ser apropriado.
Refletir sobre o caminho realizado para chegar elaborao de um conhecimento
(conscincia metacognitiva).
Capacitar-se a exercer o controle do seu aprendizado (planejar e avaliar).

Organizao do caderno como lugar de registro das
atividades/rotinas dirias
Reflexo sobre o que se vai aprender, sobre o que e sobre como se aprendeu
Elaborao de notas, roteiros, ndices e resumos
Uso apropriado do caderno e do material individual e
coletivo

GEOGRAFIA
Objetivo Geral: Construir conceitos de espao, tempo, relaes sociais, natureza e cultura, possibilitando aos educandos situaes em que possam exercer o direito cidadania e o respeito ao meio ambiente.
Tema Geral: Tema Geral: Ns e nossas relaes - conhecendo e respeitando o ambiente em que vivemos.


Objetivos por Campos de Estudo

Contedos

Relaes Espao -Temporais
Perceber o prprio corpo e a partir dele posicionar-se com relao distncia dos objetos, manejando o espao e concebendo noes relativas a ele.
Reconhecer no lugar em que se encontram inseridos (ambiente familiar, ambiente escolar, comunitrio) os referenciais de
localizao, orientao e distncia.
Natureza
Reconhecer na paisagem local e no espao prximo, as diferentes manifestaes da natureza e a ao das pessoas sobre
a paisagem.
Cultura
Perceber semelhanas e diferenas na forma em que os grupos humanos se apropriam dos recursos naturais, transformando-os.
Identificar a importncia de atitudes responsveis de cuidado
com o meio em que vive.

Espao escolar
- Relaes projetivas (lateralidade)
- Relaes euclidianas
- Representao cartogrfica da sala de aula (legenda, noo de proporo)
- Localizao das ruas prximas escola
-.Representao cartogrfica (caminho percorrido da casa at a escola e vice-versa; quarteiro)
Espao comunitrio (bairro)
-.Infra-estrutura (economia: comrcio, indstria, prestao de servios e servios pblicos)
- Meios de transporte e comunicao e os problemas existentes
- O trnsito no bairro e o seu entorno
- Meio ambiente: preservao e reciclagem como meio de subsistncia
- Relao centro x bairro
Espao urbano e espao rural
- Observao, descrio dos seus elementos, comparao entre os espaos
Pontos de orientao espacial
- Pontos cardeais
- Pontos de referncia

HISTRIA
Objetivo Geral: Construir conceitos de espao, tempo, relaes sociais, natureza e cultura, possibilitando aos educandos situaes para que possam exercer o direito cidadania e o respeito ao meio ambiente.

Tema Geral: Ns e nossas relaes - construo da cidadania

Objetivos por Campos de Estudo

Contedos

Concepo de Tempo e Espao
Organizar os acontecimentos em uma seqncia cronolgica.
Comparar acontecimentos no tempo, a partir de noes de anterioridade, posterioridade e simultaneidade.
Identificar no cotidiano semelhanas e diferenas existentes no espao escolar e na comunidade.
Relaes Sociais
Perceber os modos de vida dos diferentes grupos sociais de convvio, reconhecendo-se como parte integrante dos mesmos.
Cultura
Identificar os elementos culturais e da tradio presentes na vivncia da criana em diferentes pocas, estabelecendo relaes entre o presente e o passado.

Sujeito e memria (nfase nas concepes de tempo)
- Linha do tempo: fases da vida relacionadas com acontecimentos significativos
Organizao do tempo: semana, ms, bimestre, trimestre, semestre e ano
Grupos de convvio com nfase na comunidade (na perspectiva do tempo)
- O bairro
. Formao histrica
. Infra-estrutura (comrcio, lazer, servios pblicos, prestao de servios)
. Profisses
. Meios de transporte e comunicao
- Comunidade
. Meu papel no bairro, o papel da minha famlia e da minha escola
. Poltica de boa vizinhana: direitos e deveres

CINCIAS NATURAIS
Objetivo Geral Identificar as diferentes fases da vida dos seres, em especial do homem, construindo a noo de ciclo vital, estabelecendo relaes entre caractersticas e comportamentos, visando o respeito biodiversidade:.


Objetivos por Campos de Estudo

Contedos

Ambiente
Estabelecer as relaes entre os fatores no-vivos e identificar as alteraes ou transformaes possveis de serem
processadas nos mesmos.
Caracterizar as relaes dos seres vivos entre si e destes com os demais componentes dos ambientes: relaes de
alimentao, relaes entre as caractersticas do corpo e do comportamento e as condies do ambiente.

Ser humano e Sade
Reconhecer fatores que contribuem para a melhoria da qualidade de vida, em especial aqueles que se relacionam a sade e bem estar do ser humano.

Recursos Tecnolgicos
. Compreender processos e etapas de transformao aplicados na produo de objetos, no preparo de alimentos e no adequado destino de resduos das atividades humanas,respeitando os diferentes ecossistemas.
Estimular a investigao cientfica, desenvolvendo habilidades
de observao, registro e sistematizao dos conhecimentos produzidos.

Fatores no-vivos
Ar ? noes de tempo e clima
- Composio do ar (principais gases presentes no ar)
- Presso do ar
- Poluio do ar ? as queimadas
- gua ? mudanas nas fases de agregao
- Importncia da gua no desenvolvimento dos vegetais
- Camadas que compem o solo
- Importncia do solo para as plantas
- Luz e calor solar
. Caracterizao do ciclo dia/noite
. Pontos cardeais
. Estaes do ano relao com frutificao das plantas

Fatores vivos (produtores, decompositores e consumidores)
- Estudo dos vegetais utilizados na alimentao
- O ciclo vital nos seres vivos (nascimento, crescimento, reproduo e morte)
- Bolores, cogumelos e bactrias
- Como os animais se alimentam (herbvoros, carnvoros e onvoros)
- O ser humano e a interao com o ambiente (os sentidos)
- Comparao entre ambientes diferentes e os seres vivos que o habitam.

Hbitos de higiene (asseio corporal e higiene ambiental)
Sade do corpo e da mente (atividades fsicas e lazer)
Lixo urbano (Reaproveitamento, reciclagem e descarte adequado)
Alimentao saudvel (alimentos de origem vegetal e alimentos de origem animal)

 A sade e os parasitas humanos
Utilizao de recursos minerais para a confeco de objetos (jias, utenslios domsticos)
As prticas predatrias de utilizao de recursos naturais
Construo de um biodigestor (produo de hmus e gs - energia)
Formas de obteno e tratamento de gua para distribuio nas residncias, comrcio e indstria

MATEMTICA
Objetivo Geral: Proporcionar a construo do conhecimento matemtico e suas representaes, atravs da observao do seu contexto scio-cultural,possibilitando significar o mundo sua volta


Objetivos por Campos de Estudo

CONTEUDOS

Nmeros e Operaes
Ampliar as noes de nmeros, os procedimento de clculos pelo conhecimento das regularidades das operaes e pela antecipao e verificao de resultados, a fim de desenvolver o raciocnio lgico.

- Leitura e representao at 999
. Sequncia numrica, valor posicional e ampliao dos nmeros ordinais
- Adio e subtrao (clculo mental e escrito, exato e aproximado)
. Algoritmo, reagrupamento e operao inversa
- Multiplicao e diviso
. Tabuada at cinco, agrupamento, operao inversa
- Noo de dobro, triplo, metade
- Sistema monetrio (ampliar)
- Situaes matemticas envolvendo as quatro operaes

Espao e Forma
Localizar-se no espao fsico, estabelecendo relaes topolgicas e projetivas, identificando as formas naturais e construdas pelo homem.
Perceber diferenas e semelhanas entre slidos em planos estabelecendo relaes com os objetos do seu cotidiano.

Formas geomtricas bsicas (tringulo, retngulo, quadrado, crculo)
- Slidos geomtricos (cubo, cilindro, cone, paraleleppedo, esfera e pirmide)
- Deslocamento no plano e representao
. Itinerrio
. Ponto de referncia (localizao de pessoas e objetos - usando como referncia a Geografia)

Grandezas e Medidas
Identificar, relacionar e representar as medidas de tempo nas suas atividades de rotina.

- Medidas de tempo (dia, semana, ms, ano hora e meia hora)
- Noo de comprimento, massa e capacidade

Tratamento de Informaes
Coletar, explorar e organizar informaes do seu cotidiano, lendo e interpretando-as.

Organizao de informaes na forma de tabelas e grficos
- Leitura interpretao e construo de tabelas, grficos e imagens

 

Centro Educacional Soben
Mantenedora: Associação Beneficente Cultural Dr. Celso Leme - SOBEN
Rua Otávio Mendes Nº 147 - Centro - Francisco Morato/SP | Telefones: (11) 4488-3260 | 4488-8688